• Meu Vício? Meus Livros

Regai as Flores Mortas

Atualizado: Fev 1

[RESENHA] - REGAI AS FLORES MORTAS


Título: Regai as Flores Mortas

Autor: Josie Brandão

Editora: Publicação Independente

Páginas: 104







O relacionamento de avó e neta pode ser tão lindo e especial, mas os segredos os guardados por debaixo dos panos podem ser sombrios...

"Mas quem pode saber?
Quem pode saber
o que há enterrado
no coração alheio?"

Sua avó a olhava e enxergava uma menina tão pura, meiga e calma, mas ela não era isso tudo que sua avó via, mas pelo menos queria pensar que poderia ser um dia tudo aquilo.


A neta não se dava muito bem com os pais, pois eles pareciam não querer saber muito dela, não davam atenção pra ela nem nada, a sua mãe depois de um tempo parou de visitar a própria mãe, então ela como neta sentia a obrigação e o dever de ir visitar sua avó todos os dias.


Nas visitas a casa de sua avó ela aproveitava para regar as flores da varanda, ela ia sempre com um balde na mão. E a avó sempre ali sentada na varanda lhe esperando, mas um dia sua neta chegou chorando, acabara de ver um acidente horrível com um menino que lhe fora entregar o piano na casa dela. Sua avó sempre sábia lhe abraçou e falou para manter a calma, que o virá foi horrível, mas um dia esqueceria, não poderia passar o resto de sua vida pensando naquilo.


Em outra visita depois um dia sem ir visitar a avó, ela chega com aparência triste e chorosa, o seu pai sofrera um acidente de carro, segundo a polícia estaria alcoolizado, sua avó foi com ela ao enterro para prestar condolências a sua filha que perdera o marido e sua neta que perdera um pai. Mas sua filha passou e não foi capaz de abraça-la, mas sua neta abraçou e forte, com os olhos cheios de lágrimas.


Em um belo dia a mãe se revolta contra ela e a põe contra a parede, será mesmo que sua mãe não lhe dava atenção? Será mesmo que a mãe não a conhecia como ela dizia?

"Foi estupidez não ter feito. O amor faz com que cometamos certas idiotices. Eu a julguei tola por muito tempo. Desatenta, não era. Conhecia-me ainda mais do que eu mesma."

Após isso, a neta resolve fazer o tal intercâmbio e escreve uma carta para a avó onde ela pede para que sua avó a espere ir embora para ler, e nela contém tudo.

"A fragilidade de alguns não suporta certos pesos que a vida impõe. Veja bem, não é fraqueza. É fragilidade. É a maneira como são vistas as cores, muito mais vívidas do que parecem a olhos desatentos."

A autora brinca com a narrativa, a partir do momento em que ela coloca a visão de duas personagens narrando, a cada capítulo uma personagem fala da maneira que está acontecendo, o que torna muito interessante a leitura, pois você consegue saber o que as duas estão sentindo.


A leitura não é daquela que você para porque ficou cansado, e sim você não consegue parar de ler, pois fica sempre querendo saber o que vai acontecer no próximo capítulo, como vai ser o desenrolar daquela história, o que será que a neta ou avó vai pensar sobre aquilo.


Ficou curioso(a)? Pois é, eu também fiquei quando comecei a ler esse livro haha, ta esperando o que pra começar a ler também?! Corre, pois é muito bom.


Andressa Andrade

Meu Vício? Meus Livros


#regaiasfloresmortas #josiebrandão #livroartesanal #escritanacional #livrodesuspense #livrodemisterio #andressaandrade #meuviciomeuslivros

Faça parte da nossa lista de emails

© 2020 por Meu Vício? Meus Livros. Criado com muito amor para os meus queridos seguidores!

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

meuslivros.vicio@gmail.com